Jucis.DF assume a presidência do Subcomitê Gestor da Redesim na capital

Garantir que a Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim) seja totalmente implementada na capital do País é a principal missão do presidente da Junta Comercial, Industrial e Serviços do Distrito Federal (Jucis.DF), Walid Sariedine, como coordenador e presidente do Subcomitê Gestor da Redesim-DF.

A Redesim é um sistema integrado que permite a abertura, fechamento, alteração e legalização de empresas em todas as Juntas Comerciais do Brasil, simplificando procedimentos e reduzindo a burocracia ao mínimo necessário.

Esse sistema fará a integração de todos os processos dos órgãos e entidades responsáveis pelo registro, inscrição, alteração e baixa das empresas, por meio de uma única entrada de dados e de documentos, acessada via internet.

Desde que foi nomeado para a função, Walid se reúne com representantes do governo e da Redesim para articular e executar ações que facilitem a regularização da inscrição, cadastro, abertura, alvará, arquivamento, licenças, permissão, autorização, registros e demais itens relativos à abertura, legalização e funcionamento de pessoas jurídicas no DF.

“Essa nova responsabilidade vai de encontro àquilo que já buscamos desde que assumimos a Junta em julho deste ano: melhorar a vida do empresário brasiliense. Na verdade, a Redesim já faz parte da nossa realidade por meio do Portal de Serviços, que funciona no site da Jucis.DF. O que faremos agora é ampliar cada vez mais esse intercâmbio de informações entre as Juntas de todo o País”, afirmou Walid Sariedine.

Quem faz parte do Subcomitê Gestor da Redesim-DF 
Fazem parte do subcomitê representantes da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, da Secretaria de Economia, da Secretaria de Saúde, da Secretaria de Segurança Pública, da Casa Civil, do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), da Delegacia da Receita Federal no Distrito Federal, do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal e da Polícia Civil, pelo governo.

Pelas entidades, foram indicados representantes do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis, Perícias e Informações do Distrito Federal (Sescon-DF), da Câmara dos Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL/DF), da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Distrito Federal (OAB-DF), da Associação Comercial do Distrito Federal (ACDF), da Federação do Comércio do Distrito Federal (Fecomércio), do Conselho Regional de Contabilidade do Distrito Federal (CRC-DF), do Conselho Regional de Economia do Distrito Federal (Corecon-DF), do Conselho Regional de Administração do Distrito Federal (CRA-DF), da Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra), dos Cartórios de Registros Civil, Títulos, Documentos e Pessoa Jurídica do Distrito Federal, e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Além de um indicado da Câmara Legislativa.